Controle de temperatura de distribuição

📋 Temperatura de DISTRIBUIÇÃO:⠀

– Objetivo: analisar se as preparações estão dentro dos padrões de qualidade do binômio tempo-temperatura.⠀

– Responsável: supervisora e cozinheiros⠀

– Cardápios mensurados⠀
🔅 ALMOÇO: dieta livre, dietas especiais, dieta pastosa e complementos. ⠀
🔅 JANTAR: pacientes e refeitório.⠀

– Realizado no buffet, logo no início da distribuição. Medir a temperatura em sua superfície.⠀

– Termômetro utilizado: espeto⠀
❓ Por quê não o modelo infravermelho? ⠀
Pode ser também, porém, segundo o Manual ABERC, deve-se confirmar com o termômetro de espeto… 🤷‍♀️ ou seja…⠀

❗ O fato é que, quando registrado com o infravermelho, a temperatura cai consideravelmente pelo fato dele mensurar bem na superfície, onde há bastante troca de temperatura com o ambiente.⠀

– Valores de referência (ABERC):⠀
✔ Alimentos quentes: a cima de 60°C por até 6 horas ou abaixo de 60°C por até 3 horas.⠀
✔ Alimentos frios: no máximo até 10°C por até 4 horas.⠀

– Ação corretiva: comunicar o nutricionista para ajustar as produção 👇⠀

🥘 Alimentos #quentes: reaquecer em forno combinado, na panela ou trocar a cuba por uma que estiver mais quente dentro do pass-through. Orientar cozinheiros para produzir a preparação mais próximo de servir, ou guardar o mais rapido possível…⠀

🥗 Alimentos #frios: banho de gelo, trocar a cuba por uma que estiver mais gelada dentro do pass-through ou geladeira ou câmara fria.⠀

– Conteúdo da planilha:⠀
🔹️ Data⠀
🔹️ Horário⠀
🔹️ Itens do cardápio ⠀
🔹️ Água do buffet ⠀
🔹️ Assintura do responsável ⠀

🔸➖🔸➖🔸⠀
Carolina Andriolli ⠀
Nutricionista – CRN10 2130⠀

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *