Temperos que evitamos no Hospital

Muita admiração por esse pimentão.⠀
#realidadesdeUAN⠀

Falando em #pimentão. ⠀
Usamos apenas para os cardápios dos funcionários. Existem alguns alimentos que aumentam a produção de gases, não sendo muito indicados para servir aos pacientes de um Hospital.⠀

💨 Por quê?⠀
Devido ao desconforto gástrico que, dependendo da doença, pode piorar ainda mais o quadro clínico. Mas outro fator importante é o constrangimento que pode gerar, uma vez que muitos pacientes ficam em quartos com mais pessoas e recebem visitas a qualquer momento.⠀

😕 Mas não pode usar só um pouquinho, como tempero?⠀
Nós preferimos evitar porque já servimos outros alimentos que também fermentam (vagem, integrais, cebola, milho, ovos, feijão*). Portanto, analisando o montante total da dieta, a nossa conduta é evitar este e mais alguns**.⠀

*Cabe ressaltar que para alguns alimentos existem técnicas que evitam a fermentação, como o caso de deixar o feijão de molho.⠀

** Outros alimentos que também evitamos:⠀
• Brócolis⠀
• Couve-flor⠀
• Repolho⠀
• Couve⠀
• Carne de porco⠀
• Alimentos apimentados⠀

E vocês, utilizam algum destes na dieta dos pacientes? Compartilha aí com a gente a sua visão.⠀

➖⠀
Carolina Andriolli ⠀
Nutricionista – CRN10 2130⠀

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *